Preloader

Em que tipos de vidro a impressão digital pode ser feita?

A impressão digital em vidro vem ganhando espaço no setor arquitetônico pela personalização e inovação que confere aos projetos. A técnica pode ser aplicada nos mais variados tamanhos e tipos de vidros, em superfícies que vão de pequenos detalhes decorativos, como em portas, boxes, revestimentos e quadros, a grandes fachadas. 

 

Só pode ser aplicado no vidro sem têmpera, porque eles já serão temperados pelo próprio processo, criando assim vidros muito resistentes. Porém, a partir das chapas com impressão digital, podem ser criados diferentes tipos de vidro, como os vidros laminados e insulados, compostos por duas ou mais chapas de vidro.

 

A impressão digital em vidro também pode ser utilizadas em chapas de vidro jumbo, com dimensões acima das convencionais, criando projetos imponentes e proporcionando mais destaque às imagens reproduzidas no vidro. 

 

 

Como é feita a gravação das imagens?

 

A impressão digital consiste na reprodução das imagens no vidro, que imediatamente passa por um processo de têmpera, sendo aquecido e resfriado, fixando a tinta. O esmalte assim é queimado e vitrificado à temperatura de 600°C. 

 

O processo de impressão digital em vidro se difere da serigrafia, que trabalha com uma matriz no qual é gravada a imagem a ser impressa no vidro, porque com a impressão digital, é possível reproduzir uma imagem diretamente do arquivo eletrônico para o vidro, independentemente da quantidade de cores e tonalidades.  

 

A impressão é feita com tinta cerâmica, com composição da tinta foi ainda pensada para não poluir o meio ambiente. Uma sofisticada impressora de tinta cerâmica aplica qualquer imagem ou desenho diretamente do computador no vidro. Em seguida tal peça é temperada para que as cores fiquem penetradas definitivamente no material.

 

Posts